quinta-feira, 29 de março de 2012

Hannette Staack está pronta para o Pan 2012


Sete vezes campeã mundial de Jiu-Jitsu, Hannette Staack está pronta para o Pan 2012, que terá início nesta quinta-feira, em Irvine, Califórnia.
Como foram os treinos para o Pan 2012?

Os treinos estavam bem fortes, e na reta final diminuímos o ritmo. Mas o treino foi preparado pelo André Terêncio junto com o meu preparador físico Erik Salum e consistiu de três etapas. A fase 1 foi a de adaptação, a fase 2 de ritmo e intensidade, e a fase 3 de manutenção. Os treinos foram divididos em três partes diárias, com parte física (força, resistência e alongamento), treino técnico e tático de Jiu-Jitsu e “porrada”. A terceira etapa era o cárdio, que era realizado todos os dias após toda a sessão de treinamento. Isso fora o trabalho com o Jiu-Jitsu também realizado todos os dias, exceto no domingo.

Quantas horas de treinos por dia?
Eu diria que foram três a quatro horas diárias de segunda a sábado. Domingo, eu descanso para o corpo recarregar as energias.

O que você mais treinou?

É difícil dizer exatamente o que estamos treinando, mas eu posso dizer que de tudo um pouco. Melhorando os pontos fortes e ajustando o que faltava ajustar. Mas sempre tem aquela técnica especial, que a gente considera a “carta na manga”, que é o diferencial do treino, mas essa eu não posso contar ainda!

Deu para tirar algum ensinamento desse treino, algo especial para o nosso leitor praticante?

Sempre avalio meus treinamentos, tirando algum ensinamento que possa valer para minha vida. Dessa vez não foi diferente. Meu maior ensinamento foi treino e trabalho. Conciliando os treinos e o trabalho diário, “esquecendo” o resto. Sabe qual é o problema? Com toda essa tecnologia, você acaba tentado a prestar mais atenção no que os outros estão fazendo do que em você mesmo. Isso no meu caso me dava uma ansiedade muito grande, porque no final das contas você acaba achando que o seu treino não é suficiente, e até entra em estado de overtraining. Por isso é importante lembrar que devemos usar a internet a nosso favor, mas com cautela. E de vez em quando até mesmo esquecê-la para que possamos focar no objetivo que deve ser alcançado, que é o treinamento correto para uma competição perfeita.

Como anda a academia em Chicago?

A academia está indo bem, cada dia tem mais pessoas interessadas em aprender o Jiu-Jitsu verdadeiro. Na nossa escola a gente preza muito a disciplina, o ambiente familiar, mas não deixamos de lado a competição, por isso podemos dizer que vamos do antigo ao moderno. A gente tem uma turma de competição todas as quartas-feiras e a galera que gosta de competir está sempre presente. Para este Campeonato Pan-Americano, temos cinco atletas de Chicago que estarão lá, uma delas uma aluna minha que acabou de ganhar a faixa-roxa, após vencer o Chicago Open. Ela treina comigo há uns quatro anos e é um talento no esporte. Assim como ela, tenho outras meninas que já estão dando trabalho na faixa-azul e em breve vamos escutar falar nelas. Estou muito feliz em ver mais meninas especialmente na minha academia, querendo aprender e praticar Jiu-Jitsu.

Comente seu desempenho no último Pan, contra a Luanna. O que vai mudar para este ano?

Meu desempenho foi bom, fiz lutas duras, o resultado final não foi o esperado, perdi por duas vantagens, mas sei que foi uma luta dura, onde quem errou menos ganhou e nesse caso foi a Luanna Alzuguir, mas não fiquei triste, pois estava em 2010 sem competir e o retorno aos tatames me fez muito bem, sei que se de repente tivesse usado uma estratégia diferente poderia ter ganhado a luta. É difícil superar a vitória, imagina a derrota. Mas, em geral, aprendi muito no Pan do ano passado. Este ano estou me aventurando numa categoria diferente da minha de costume, o meio-pesado e parece que todo mundo desistiu de lutar (risos). Acho que será legal competir com pessoas diferentes das que geralmente estão na minha categoria, uma experiência nova que vai acrescentar ainda mais na minha carreira de lutadora. Espero que o resultado seja bom.

Qual a expectativa para o absoluto e um possível duelo com a Gabi Garcia?
Bom, essa pergunta não posso responder ainda, pois não devo lutar o absoluto do Pan esse ano. Ocorre que estou esperando uma resposta para lutar o World Pro, que por motivos de saúde não pude lutar nas seletivas aqui nos Estados Unidos. As competições ocorreram no mesmo fim de semana, que eu estava com febre e muito gripada, sem condições de fazer nada. Mas quem sabe, se eu receber esse convite poderá ter uma final da gente de novo. Eu espero poder ir!
28 de março de 2012

quarta-feira, 28 de março de 2012

Claudinha Gadelha lição de vida após a doença


Claudinha Gadelha, uma das grandes promessas do MMA feminino, está de volta. A faixa-preta de Jiu-Jitsu ficou afastada dos ringues devido a uma insuficiência venosa, mas já prepara o retorno em alto estilo. A lutadora vai participar do reality show canadense Exchange.


“Foi uma fase complicada na minha vida, não sabia se iria voltar a lutar ou não. Sozinha no Rio de Janeiro, só com o objetivo de lutar, não sabia se meu futuro ia ser aqui ou não, foi uma fase que me fez aprender muito. Hoje perseverei, e me sinto uma atleta mais resistente aos tropeços que ainda virão pela frente”, disse.

Com seis lutas e seis vitórias, a invicta lutadora vai encarar Juliana Peña, que tem o mesmo cartel da brasileira. “Estou treinando tudo, muita parte de chão e em pé, além da preparação física que hoje em dia é essencial”, contou Claudinha, que em quatro dos seis triunfos no MMA, usou o armlock para encerrar os combates

“O armlock foi a posição que mais treinei na minha vida. É a minha dica para as meninas que estão começando na arte suave, o importante é repetir a posição até ela entrar no automático”, explicou.

terça-feira, 27 de março de 2012

terça-feira, 20 de março de 2012

XI TAÇA RIO DE JANEIRO DE JIU-JITSU


















Gabrielle Garcia


Nos últimos dois anos Gabrielle Garcia dominou o Pan de Jiu-Jitu, campeã na categoria de peso e no absoluto, ao lado da parceira da Alliance Luanna Alzuguir.
Em 2012, a faixa-preta espera fazer da mesma forma no Pan, que vai do dia 29 de março a 1º de abril em Irvine, Califórnia.
As inscrições do Pan 2012 vão até o próximo dia 23.Não perca tempo e se inscreva aqui.

segunda-feira, 12 de março de 2012

“Estar aqui e sentir a energia das crianças, vê-las virando pessoas melhores vale mais do que todas as minhas medalhas juntas”

Kyra Gracie

Meninas faturam cinturão no Pink Fight


Na semana do dia internacional da mulher, a segunda edição do Pink Fight, primeiro evento de MMA exclusivo para lutadoras e versão feminina do Jungle Fight, deu mais uma demonstração do potencial e garra das mulheres dentro e fora da luta. O evento, realizado na cidade de Campos, na noite deste sábado, dia 10, no Ginásio Waldir Pereira, sede da Fundação Municipal de Esportes, ao todo contou com sete lutas em sua programação. Nas duas principais, que consagrou as primeiras detentoras de cinturão do Pink, as paulistas Kalindra Faria e Vanessa Porto levaram a melhor sobre a carioca Aline Sério e a curitibana Luana Teixeira, respectivamente. O campeão do JungleFight na categoria até 84kg, Marcelo Guimarães, foi o apresentador do torneio. Os ex-campeões do Jungle e hoje lutadores do UFC Paulo Thiago e Erick Silva também marcaram presença na competição.

Confira todos os resultados:

Fernanda Porto derrotou Luana Teixeira por nocaute – 41segdo 1º round (disputa do cinturão na categoria até 60kg)
Kalindra Faria derrotou Aline Sério por pontos (disputa do cinturão da categoria até 55kg)
HéricaThimurcio derrotou Cyrlane Souza por finalização – 3min 30seg do 1º round (50kg)
Kaka Naja derrotou Chris Silva por finalização – 2min 45seg do 1º round (55kg)
Jenifer Araújo derrotou Rayane ‘’Fortinha’’ por nocaute – 4min 05seg do 2º round (55kg)
Michele Dayana derrotou Vanessa Barbosa por nocaute – 3min 42seg do 1º round (50kg)
Fabiana Santos derrotou Tatiane Aguiar por finalização – 36 seg do 1º round (65kg)

sexta-feira, 9 de março de 2012

XI TAÇA ESTADO DO RIO DE JANEIRO DE JIU-JITSU FONSECA ATLÉTICO CLUBE, 11/3/2012



MIRIM 7 BRANCA FEM PLUMA
1.
KAROLAYNE TEIXEIRA DA SILVA
WELTON RIBEI

MIRIM 8 BRANCA FEM PLUMA
1.
RAYANE MARTINS BVIEIRA DE SOUZA
WELTON RIBEI
2.
VITORIA CRISTRINA SOUZA DE OLIVEIRA
WELTON RIBEI

MIRIM 8 BRANCA FEM LEVE
1.
LOISE BRAS MOTTA
NASCIMENTO
2.
ANA VITORIA DA SILVA RIBEIRO
WELTON RIBEI

MIRIM 9 BRANCA FEM PLUMA
1.
CAILANE ANDRADE DE SOUZA
WELTON RIBEI

 MIRIM 9 AMARELA FEM PLUMA
1.
GEOVANA CABRAL ROLSZT
DG JIU-JITSU

MIRIM 9 AMARELA FEM PENA
1.
ANA LUISA BEZERRA DA SILVA
CHECKMAT BUZ

MIRIM 9 AMARELA FEM PESADÍSSIMO
1.
JENIFFER ALICE REIS
BUZIOS J.JIT

 INFANTIL 10 BRANCA FEM PESADO
1.
ANDRESSA MANDETA FERREIRA
GIGANTE

INFANTIL 10 BRANCA FEM SUPER-PESADO
1.
LUIZA ALMEIDA NOGUEIRA
CHECKMAT BUZ

INFANTIL 11 BRANCA FEM LEVE
1.
ALEXANDRA MUCIO RODRIGUES PEREIRA
WELTON RIBEI
2.
JOSILAINE DE SOUZA SOLIDADE
WELTON RIBEI

INFANTIL 11 BRANCA FEM MÉDIO
1.
ANA CLARA CORREIA DA SILVA
WELTON RIBEI

INFANTIL 11 BRANCA FEM PESADÍSSIMO
1.
ANA CLARA DE SOUZA OLIVEIRA
CHECKMAT BUZ
2.
ALANA NASCIMENTO
JESUS EXTREM

INFANTIL 12 BRANCA FEM PLUMA
1.
JHENIFER FRUTUOSO PERES DO CARMO
GIGANTE
2.
THAMIRES TEIXEIRA DA SILVA
WELTON RIBEI

INFANTIL 12 BRANCA FEM PENA
1.
JULIA GOMES
SANKACO
2.
ALEXSANDRA DA SILVA MARIA
WELTON RIBEI
3.
ANDRESSA OLIVEIRA DE SOUZA
WELTON RIBEI

INFANTIL 12 BRANCA FEM LEVE
1.
ALEXANDRA MUCIO RODRIGUES PEREIRA
WELTON RIBEI

INFANTIL 12 AMARELA FEM MÉDIO
1.
ANA CAROLINA
HM BRAGANÇA

INF-JUVENIL 13 BRANC FEM PENA
1.
HELLEN F DOS SANTOS
NEW BRAZILIA

INF-JUVENIL 13 BRANC FEM MÉDIO
1.
NATASHA QUEIROZ
ORLAN ARAUJO
2.
EDIANE DE SOUZA BRAZ
WELTON RIBEI

INF-JUVENIL 14 BRANC FEM PLUMA
1.
SUSAN FERREIRA DOS SANTOS
GIGANTE

INF-JUVENIL 14 BRANC FEM PENA
1.
CHAYANNE INACIO DA SILVA
WELTON RIBEI
INF-JUVENIL 14 BRANC FEM PESADO
1.
KATHERINE MASSOM
MALAFAI TEAM

INF-JUVENIL 14 AMARE FEM PLUMA
1.
MARIANA CABRAL ROLSZT
DG JIU-JITSU
2.
LIDIA MUNIZ MARTINS
SANTA HELENA

INF-JUVENIL 14 AMARE FEM LEVE
1.
ANA KAROLINE DE SÁ FERREIRA
CHECKMAT BUZ
INF-JUVENIL 14 AMARE FEM PESADO
1.
CATARINA NICOLITE ROCHA
GRA.B.BUZIOS

INF-JUVENIL 14 LARAN FEM PENA
1.
LEONOR DONATI LANER
CHECKMAT BUZ
2.
LUIZA ENDE
GRA.B.BUZIOS
3.
PRENDA DA SILVA NICACIO
NEW BRAZILIA

INF-JUVENIL 14 LARAN FEM MÉDIO
1.
JHULIA FERREIRA TORRES
CHECKMAT BUZ

INF-JUVENIL 15 BRANC FEM GALO
1.
MARIA CAROLINA CONCEIÇÃO ALENCAR
CHECKMAT BUZ
2.
MARIANA RIBEIRO DA SILVA RAMOS
GIGANTE
3.
SARAH FERREIRA DA SILVA
WELTON RIBEI

INF-JUVENIL 15 BRANC FEM PENA
1.
EVELYN DE MELO
WELTON RIBEI

INF-JUVENIL 15 BRANC FEM MÉDIO
1.
CAMILA MATOS DE MIRO
NR JIU-JITSU

INF-JUVENIL 15 AMARE FEM GALO
1.
LUIZA DOS ANJOS PALMEIRA
SANKACO

INF-JUVENIL 15 AMARE FEM PENA
1.
VITORIA SILVA
NEW BRAZILIA

INF-JUVENIL 15 AMARE FEM MÉDIO
1.
DANDARA CARVALHO
BREDA/JT
2.
MAYSSA BASTOS
G. F.TEAM

JUVENIL 17 BRANCA FEM MÉDIO, -60,5 KG
1.
HINGRID FERNANDES VIEIRA
CHECKMAT BUZ
2.
CAMILA MATOS BELMIRO
NR JIU-JITSU
3.
ARIANE FERREIRA DOS SANTOS
WELTON RIBEI

JUVENIL 17 BRANCA FEM MEIO-PESADO, -65 KG
1.
YANAH PAULA BASTOS GOMES
CHECKMAT BUZ

JUVENIL 17 AZUL FEM PENA, -52,5 KG
1.
THAYANNE OLIVEIRA
BLACK BELT

JUVENIL 17 AZUL FEM MÉDIO, -60,5 KG
1.
NATALIA BASTOS CARVALHO
NR JIU-JITSU

JUVENIL 17 AZUL FEM MEIO-PESADO, -65 KG
1.
PAULA NOGUEIRA
G. F.TEAM

ADULTO BRANCA FEM PENA, -58,5 KG
1.
NATHALY BERSOT
MALAFAI TEAM
2.
MAYARA MIRANDA
SANTA HELENA

ADULTO BRANCA FEM LEVE, -64 KG
1.
JUDITH ENERLE
LUIZ PAULO
2.
TICIANE PINTO
LUIZ PAULO

ADULTO AZUL FEM PLUMA, -53,5 KG
1.
ALINE ALVES DE OLIVEIRA
CAVERNA JJ
2.
AMANDA BARCELOS
G. F.TEAM

ADULTO AZUL FEM LEVE, -64 KG
1.
JESSICA NUNES
BUZIOS J.JIT
2.
THAIS SANTOS DA SILVA
SANTA HELENA

ADULTO AZUL FEM MÉDIO, -69 KG
1.
GABRIELA GONÇALVES
WELTON RIBEI

ADULTO AZUL FEM MEIO-PESADO, -74 KG
1.
CAROLINA XAVIER DE SOUZA
NEW BRAZILIA

ADULTO ROXA FEM LEVE, -64 KG
1.
MARIA ELANE
HELENO SILVA

MASTER AZUL FEM LEVE, -64 KG
1.
JULIANA CARIOCA
WELTON RIBEI

Talento Esportivo Corumbaense vai beneficiar 21 atletas e seis equipes

O programa Talento Esportivo Corumbaense vai beneficiar 21 atletas individuais e seis equipes coletivas em 2012. Eles foram escolhidos pela Fundação de Esportes de Corumbá (Funec). Os esportistas e equipes receberão mensalmente um apoio financeiro da Prefeitura da cidade para que possam se dedicar aos treinamentos, participar de competições estaduais, nacionais e até internacionais, e bem representar o nome da cidade.

A lutadora de jiu-jitsu, Ariadne de Oliveira, foi a única escolhida no nível internacional. Duane Antunes Pascoal, praticante do taekwondo, foi selecionada no nível nacional, assim como o lutador de muay thai Geovanne de Arroio Souza; a lutadora de taekwondo Nathassia Amaral de Souza, entre outros.

quinta-feira, 8 de março de 2012

8 de março dia Internacional da Mulher


Ronda segue no MMA como rainha do armlock


Com um show de Judô e Jiu-Jitsu, a americana Ronda Rousey conquistou o cinturão da categoria peso-galo do Strikeforce, neste sábado, em Columbus, Ohio. Contra Miesha Tate, a judoca medalhista olímpica (bronze em Pequim e prata no Mundial do Rio 2007) começou a mil por hora e logo derrubou. No chão, trabalhou o Jiu-Jitsu e usou seu golpe letal, o armlock. Na primeira oportunidade, defendido por sua adversária. Mas na segunda não teve jeito: só restou à Miesha dar os três tapinhas.

“Eu tinha certeza de que estava justo. Eu não desiste, estava dominado, deu no que deu”, comentou a nova campeã, que chegou à impressionante marca de oito vitórias, todas por finalização com armlock.

Ana Carolina Vieira


Uma atleta faixa-azul que foi vice-campeã da sua categoria no primeiro dia de competição do WPJJ Trials, em Gramado, recebeu grande atenção da imprensa.
Ana Carolina fez cinco lutas, ganhou quatro e finalizou três oponentes. O ouro não veio com a derrota para Monique Elias, na final da categoria até 63kg.

Mesmo com a boa campanha e a garantia de um lugar no absoluto, neste domingo, quando vai lutar pelo pacote de viagem para o evento mundial, em abril, em Abu Dhabi, o que fez a mídia voltar suas câmeras, lentes e microfones para a jovem carioca de 18 anos

Mackenzie Dern


Ocorrida no último fim de semana, a seletiva de Montreal para lutar com tudo pago em Abu Dhabi trouxe um daqueles momentos raros que só o Jiu-Jitsu proporciona.

Pai e filha, no caso Wellington Megaton e a pequena indomável Mackenzie Dern, faturaram ambos um convite VIP para Abu Dhabi, e vão representar a Gracie Humaitá na terra do xeque Mohammad bin Zayed.

Lute na Inglaterra por seu convite para Abu Dhabi, e veja quem venceu em Portugal



26 de fevereiro, ocorreu no Pavilhão dos Lombos em Cascais a seletiva de Portugal para o WPJJ em Abu Dhabi. Diante de cerca de 800 espectadores, entre eles os embaixadores dos Emirados Árabes e do Iraque, os candidatos a lutar Jiu-Jitsu em Abu Dhabi com tudo pago fizeram bonito e os vencedores saíram com seus cheques gigantes.

Vale lembrar que o evento em abril é livre para quem quiser visitar os Emirados e competir. Para quem quiser lutar pela chance de competir sem gastar um tostão, a chance agora é a seletiva na Inglaterra, organizada pelo incansável Bráulio Estima. Para se registrar, clique aqui!

FEM -63 Roxa a Preta
1) Kristin Doeblin (Mathias Ribeiro Team)
2) Dolores Asensi(Climent Club)

FEM +63 Roxa a Preta
1) Shanti Abelha (Club Arte Suave/Checkmat)
2) Magdalena Witkowska (Berserksers Team Poland)

FEM Absoluto Branca e Azul
1) Mile Pedesen
2) Maria Runquist (Mascarenhas Team)

quinta-feira, 1 de março de 2012

Jiu-jítsu: a técnica da mulher! Kyra Gracie: "O uso da alavanca permitiu às mulheres se darem bem na luta"


Do Japão para o Brasil, o jiu-jítsu passou por inúmeras alterações, muitas delas desenvolvidas pela família Gracie e que deram origem ao chamado brazilian jiu-jitsu, hoje praticado no mundo inteiro. O estilo brasileiro contemplou lutadores mais leves e mais fracos, já que duas de suas premissas são o uso da alavanca (usar todo o corpo do lutador ou do adversário para golpear) e levar o combate ao chão, onde o atleta usará essa ferramenta com mais facilidade. 
Por conta disso, as mulheres se saem muito bem na luta. É o que observa Kyra Gracie, bisneta de Carlos Gracie e única mulher faixa preta da família a competir profissionalmente. “Como somos mais habilidosas e não levamos muita força para os movimentos, desenvolvemos mais a técnica”, analisa. A flexibilidade é outro ponto a favor das mulheres já que ela é essencial para diversos golpes.
Quatro vezes campeã mundial na categoria leve e duas vezes primeiro lugar no ADCC, ela é referência no universo do esporte. “Com o uso de alavancas, não é importante ter massa muscular, peso e estatura. Você consegue adaptar os movimentos ao seu biotipo”, observa.
No mais, por segurança, as mulheres devem prender os cabelos e usar proteção nas orelhas a fim de evitar o atrito com o tatame.


Por Sara Puerta